Apenas os países da Europa não criminalizam a homossexualidade
Senado abre votação sobre criminalização da homofobia (Reprodução)

Em novembro o Supremo Tribunal Federal votará proposta que pede a criminalização da LGBTfobia. Agora, o Senado abriu uma consulta pública para saber da população o que eles pensam da criação de uma lei que puna aqueles que forem pegos discriminando pessoas em decorrência de sua orientação de sexual ou identidade de gênero.

A consulta se refere ao Projeto de Lei do Senado nº 515/2017, de autoria da Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa.

Leia mais:


Contrário às pautas LGBT, Magno Malta perde e está fora do Senado

STF diz que mulher de deputado pode processar senador que insinuou que seu marido é gay

A consulta permite que o cidadão comum vote “sim” ou “não” sobre a alteração da Lei nº 7.716, de 5 de janeiro de 1989, e o Decreto-Lei nº 2.848, de 7 de dezembro de 1940 – Código Penal, que visa punir a intolerância motivada por preconceito e discriminação de pessoa idosa condição de pessoa idosa ou com deficiência, gênero, sexo, orientação sexual ou identidade de gênero.

Para votar na consulta pública do Senado basta clicar aqui.

20 COMENTÁRIOS

  1. Acredito em toda forma de discriminação… principalmente da discriminação do pobre! Acho que essa visão de homofobias e feminicídio é exagerada. Os homens e as mulheres violentos são violentos com qualquer um, principalmente com o pobre que não tem recursos para processar ou para defender-se.

    Se for rico, pode ser homossexual, preto, mulher ou homem que ninguém se mete… ao contrário, se for pobre; coitado! O pobre branco, preto, magro, gordo, homo, hétero etc. é massacrado, humilhado, apanha e vai preso…

    A cultura do homem e da mulher e dos homossexuais violentos vem de berço!

    • Muito bom comentário Roberto! Para se perpetuar no poder o PT deu “direitos” para as minorias que justamente são a parcela mais ignorante e sem estudo da sociedade. Em tudo na vida SEMPRE a MAIORIA vence, mas aqui no Brasil é o contrário, as pessoas que são contrarias a alguma lei criada pelo governo tem que ficar quieta e aceitar as aberrações porque senão vão presas, quando tem que ser o contrário. É claro que nós sabemos o real motivo dessas leis e regalias para a minoria, e que país esta por de trás forçando para que isso aconteça !

    • vcs ,lixos prepotentes ,arrogaNTES VIOOLENTOS ,VCS ZSIM DVERIAM CONVIVER COM OS DIFERENTES , COM ADIVERSIDADE ,SEUS IMUNDOS ,E OUTRA NAO E MINORIA ,NAO ,SEU PORCO ,E MAIORIA ,VCS QSAO MINORIA ,SEUS TONTOS IGNORANTE VOLTE PARA O CURRAL SEU IMUNDO ,

  2. Muito bom comentário Roberto! Para se perpetuar no poder o PT deu “direitos” para as minorias que justamente são a parcela mais ignorante e sem estudo da sociedade. Em tudo na vida SEMPRE a MAIORIA vence, mas aqui no Brasil é o contrário, as pessoas que são contrarias a alguma lei criada pelo governo tem que ficar quieta e aceitar as aberrações porque senão vão presas, quando tem que ser o contrário. É claro que nós sabemos o real motivo dessas leis e regalias para a minoria, e que país esta por de trás forçando para que isso aconteça !

  3. Cada vez mais constroem valas, ao invés de pontes, pois as “pontes” da discrição foram relegadas, o que temos são a exacerbação verbal, (gritarias, som alto, buzinaços) visual extravagante e nudes, e dos relacionamentos públicos, se tornou uma forma de afirmação, que tem levado a reações violentas por parte de muitos.

  4. Os “legisladores” são mestres em dar “rasteira” no povo pois colocam na mesma proposta, idosos e deficientes, desta forma “amarrando” a resposta aos demais segmentos , ou seja , se você optar pelo sim ou pelo não, vale para todos. Pura demagogia “democrática” desses senhores.Querem a realidade? Abram a votação para cada segmento em separado e a terão, mas não desta forma.Barbaridade.

  5. Primeiramente, a página é SUPER PARCIAL, pois ao clicar para votar JÁ INDUZ A PESSOA a votar SIM. É uma página que desrespeita a cidadania. MUITAS PESSOAS que falaram comigo votaram SIM, porque a página os induziu. Isso é um absurdo.

  6. essa página observatoriog.bol.uol.br é tendenciosa, é desrespeitosa com a cidadania. Ao clicar para votar ela AUTOMATICAMENTE REGISTRA VOTO SIM e se a pessoa, por descuido, clicar votará SIM. é um absurdo.

    • Não generalize, gays não são entidades coletivas no qual o que um gay, faz todos são responsáveis.
      Não use do preconceito pra justificar mais preconceito.

  7. Site agindo de má fé. Infelizmente cada vez mais a mídia está tendenciosa, acabou a imparcialidade. Que falta de profissionalismo. Ao clicar no link já aparece o voto como sim. Tenho certeza que muitos dos votos estão incorretos, pois vocês ludibriam seus leitores. E assim também acontece com as simulações de pesquisas eleitorais, todas selecionadas, mas na hora do jogo valendo, perdem de goleada. Estamos cansados, o povo não é idiota. Basta!

  8. Não generalize, gays não são entidades coletivas no qual o que um gay, faz todos são responsáveis.
    Não use do preconceito pra justificar mais preconceito.

DEIXE UMA RESPOSTA