o cantor Roger Waters
o cantor Roger Waters (Foto: Francisco Cepeda/AgNews)

O cantor Roger Waters surpreendeu o público que assistiu mais um show da sua turnê pelo Brasil, na Arena Fonte Nova em Salvador, nesta quarta-feira (17), ao fazer uma homenagem ao mestre capoeirista Moa do Katendê, morto no último dia 07 após um discussão política contra um eleitor do candidato à presidência Jair Bolsonaro.

O momento aconteceu próximo ao encerramento da apresentação, marcado por muita emoção. “Eu quero apenas ter um momento para relembrar um dos seus. Esse é um grande artista local. Ele foi brutalmente assassinado durante o processo eleitoral e era um grande exemplo para todos nós em espalhar amor, humanidade e coragem”, disse Waters.

LEIA MAIS:


“São universos muito diferentes”, afirma Carol Duarte sobre comparação de personagem trans com nova novela

1º Participante trans do Masterchef revela que reality o fez se reconciliar com a mãe

Em seu perfil no Instagram, o ex-Pink Floyd agradeceu ao público e voltou a prestar homenagem a Moa. “Lembrem-se do mestre Moa. Obrigado por uma noite emocionante, Salvador”, escreveu na legenda da publicação.

Assim como nos shows anteriores, um dos pontos mais polêmicos quando Waters faz um protesto contra o deputado federal foi mantido na lista de neofascistas que comandam ou podem comandar grandes nações – junto à mensagem “ponto de vista político censurado.” Apesar dos gritos de “Ele Não” da plateia, a hashtag no telão novamente não foi exibida.

REMEMBER MESTRE MOA. THANK YOU FOR AN EMOTIONAL NIGHT, SALVADOR

Uma publicação compartilhada por Roger Waters (@rogerwaters) em