Casamento gay
Casamento gay (Foto: Reproduçao/Internet)

Cerca de 91,6% dos eleitores da Romênia votaram, neste fim de semana, a favor da proibição do casamento homoafetivo de uma emenda à Constituição dizendo que somente “um homem e uma mulher” podem se casar, e não os “cônjuges” como aparece atualmente. Porém, o pleito foi invalidado devido a uma abstenção recorde, indicou nesta segunda-feira a campanha eleitoral.

Um pouco mais de 3,4 milhões de pessoas, das 3,7 milhões de pessoas que compareceram às urnas se mostraram contra a possibilidade do reconhecimento do casamento LGBT contra 242.000 pessoas (6,4%) que se mostraram contra a modificação na carta magna do país.

LEIA MAIS:


Após assumir bissexualidade, Alyson Stoner lança clipe com beijo lésbico; assista

Histórico! São Paulo elege duas transexuais para a Assembleia Legislativa

O restante dos votos foram anulados, segundo os primeiros resultados, a partir dos 98% dos colégios eleitorais apurados. Porém o resultado não pôde ser aceito por conta da alta abstenção.

Somente cerca de 20% de eleitores votaram na consulta, sendo que seria necessário um mínimo de 30% da participação para que o referendo fosse válido. As informações são da agência AFP.