A drag queen Pabllo Vittar em campanha para a Coca-Cola Jeans
A drag queen Pabllo Vittar (Foto: Rafael Foigt/Divulgação)

Por causa da atual situação política que o Brasil vem enfrentando, a drag queen Pabllo Vittar decidiu adiar um projeto no qual atenderia o seu público mais adolescente, que por ser menores de idade, muitas vezes não podem assistir aos seus shows com classificação para maiores de 18 anos. Com informações do site TV Foco.

O empresário da cantora Yan Hayashi havia anunciado o lançamento da empreitada no início do ano em entrevista à BBC Brasil, para atender o enorme público que tem esta faixa etária. “Serão poucos shows e não ficaremos no eixo Rio-SP, queremos fazer em várias regiões do Brasil”, afirmou.

LEIA MAIS:


Travesti é baleada em ponto de prostituição em Porto Velho

Anitta e Greeicy interpretam casal lésbico no clipe sensual de “Jacuzzi”; Assista

“A ideia é fazer um show diferente, especial, com novo cenário, novas danças. E faremos essa turnê ao mesmo tempo em que ela estiver com a do disco novo”, explicou Hayashi.

Ele ainda explicou que a maior presença da performer com este público iria dialogar com o que eles sentem. “Tem garotos que estão crescendo e começando a entender a identidade de gênero e se espelham na Pabllo. Então, a mensagem que queremos passar para eles é: podemos ser o que quisermos. E temos que mostrar que é preciso aceitar as diferença, o caráter, os valores não mudam por causa do gênero, opção sexual”, disse.