Genética
Genética (Foto: Reprodução/Internet)

Os genes podem influenciar na identidade de gênero de uma pessoa e mostrar se há predisposição a de serem transgêneros, foi o que sugeriu uma nova pesquisa intitulada “Uma ligação genética entre a disforia de gênero e a sinalização do hormônio sexual”, publicado no Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism, no mês passado.

O levantamento apontou que os genes dos hormônios sexuais das pessoas transgêneros tendem a parecer diferentes daqueles das pessoas cisgêneras e produzem resultados fisiológicos diferentes.

LEIA MAIS:


MPF investiga jogo que Bolsonaro mata LGBTs e outras minorias

Corte Européia condena Itália por não reconhecer nome de trans em documento

Este estudo analisou 380 mulheres trans e 344 homens cis na Austrália e nos EUA, e revelou uma ligação significativa entre genes para hormônios sexuais em por exemplo homem cis ou uma mulher trans.

Embora a composição dos vários genes específicos analisados pelos pesquisadores não garanta que o sujeito será ou não trans, o estudo ajuda a desvendar questões relacionadas a disforia de gênero e como cada um se identifica.