O ator Gil Coelho
O ator Gil Coelho (Foto: Guilherme Raya/Divulgação)

O ator Gil Coelho, atualmente no ar na novela bíblica “Jesus”, disse acreditar que “o Brasil ainda tem um pouco de preconceito”.

Coelho, que recentemente ganhou os noticiários ao ser clicado beijando o ator Maurício Destri, abordou a intolerância da sociedade, ao falar sobre personagens queer que já interpretou na dramaturgia, como Rafael, na série (Des)encontros, que foi ao ar no canal Sony.

Leia mais:


Câncer de mama afeta 1% da população masculina

Fernanda Gentil revela como lida com os haters nas redes sociais

Ao ser questionado sobre a reação do público, Gil afirmou que recebe muitas mensagens dos internautas.

“As pessoas dizem que é lindo eu estar representando o Rafa. Ele é um cara que tem muito amor. Acho que não tem diferença, sabe. Acho que o Brasil ainda tem um pouco de preconceito”, opinou ao Observatório da Televisão.

“Quando fiz A Lei do Amor (2016-2017, TV Globo), na faixa das 21h, o Wesley também era um personagem homossexual. Ele tinha uma filha e se apaixonou por um homem, que faleceu, e aí começou a se relacionar com outro homem. Ali a relação já foi vista de uma forma mais natural, até porque é normal, né?! E eu acho ótimo. Tem que ser cada vez mais abordado mesmo. Não existe diferença nenhuma”, completou o ator.