Homem foi vítima de ataque homofóbico
Homem foi vítima de ataque homofóbico (Reprodução/Facebook)

O maquiador Marcos Machado, de 52 anos, relatou ter sido vítima de um ataque homofóbico no último sábado, 29, no bairro Roseiral, em São José do Rio Preto, no interior de São Paulo.

“Ele [o agressor] ficava gritando que não gostava de gente como eu [homossexual] e que iria me matar”, relatou Marcos em entrevista ao portal G1.

Leia mais:


Filme lésbico proibido no Quênia se torna 2º maior bilheteria da história do país

Lauren Jauregui relata relações lésbicas em nova música

Na ocasião, a vítima saia do mercado e voltava para sua casa a pé, quando três homens a cavalo passaram por ele. Pouco tempo depois, um deles regressou e começou a agredi-lo.

“O tempo todo ele ficou em cima do cavalo. Na segunda facada eu coloquei o braço na frente da facão e ele me acertou de novo no joelho, porque ficou nervoso por me defender. Na hora eu não entendia nada, só pensava que estava sendo agredido por alguma coisa que eu não tinha feito”, desabafou.

Marcos Machado teve ferimentos em várias partes do corpo e continua internado. A polícia prendeu um jovem de 19 anos, apontado como o agressor.

1 COMENTÁRIO

  1. Vivemos em um mundo em que a cultura da violência e da impunidade grassam soltas. A agressão a um ser humano, seja física ou moral é inadmissível. O que é mais preocupante reside no fato de que muitos, ao lerem a notícia, ainda justificarão os agressores com duvidosas interpretações das Escrituras Sagradas, ou minimizarão o fundo homofóbico, dizendo que devemos defender todos independemente da opção sexual, como se esta não fosse a causa primordial. Espero que Marcos convalesça o mais breve possível.

DEIXE UMA RESPOSTA