O adolescente iraquiano Hamoudi al-Mutairi, morto por
O adolescente iraquiano Hamoudi al-Mutairi, morto por "parecer gay" (Foto: Reprodução/Instagram)

Um adolescente de 14 anos foi brutalmente assassinado por um grupo  que o julgou “parecer gay” em Bagdá, no Iraque. Os agressores filmaram toda a ação, enquanto gritavam xingamentos homofóbicos contra a vítima. O vídeo do momento circula nas redes sociais e chocou a população do Oriente Médio pela violência do caso.

De acordo com o site LBCI, Hamoudi al-Mutairi foi sequestrado próximo à sua casa e levado para um local onde foi consumado o assassinato. O registro, que circula nas redes sociais, mostra o jovem sendo esfaqueado diversas vezes no estômago.

LEIA MAIS:


Casal lésbico é vítima de homofobia ao andar de mãos dadas em shopping de Fortaleza

Jovem é baleado na cintura durante ataque homofóbico em bar no MS

Em matéria publicada pelo Daily Mail ainda é possível ouvir perguntas direcionadas a al-Mutairi como “Quem é seu namorado?” Em outro momento, a vítima pergunta de onde vem o sangue que sai do seu corpo e ouve de um dos autores do crime: “são suas vísceras”.

Nos instantes finais das imagens, o jovem implora para ser levado ao hospital e ainda, faz  uma súplica: “Eu quero minha mãe”. O governo iraquiano ainda não se pronunciou sobre o caso.