Estudante denuncia ataque homofóbico em Colégio no Rio
Estudante do Colégio Visconde de Cairú no Rio levou oito pontos na cabeça após agressão (Foto: Reprodução/Facebook)

Um estudante do Colégio Estadual Visconde de Cairu, no Méier, no Rio de Janeiro, afirma ter sido agredido dentro da unidade na última segunda-feira (29), motivado por homofobia. O caso foi relatado por ele através do seu perfil no Facebook.

De acordo com a vítima, ela e um amigo foram surpreendidos com um pedaço de madeira pelo agressor que já havia os ameaçado. A porrada na cabeça do jovem acabou tendo que levar oito pontos. Ele afirma não conhecer o agressor e nunca o ter visto assim como os presentes no momento do ocorrido.

“A agressão continuou com socos e pontapés. Quando ele viu que eu caí, começou a bater no meu amigo, que tomou madeiradas e socos no rosto”, lembrou.


LEIA MAIS:

Polícia de Goiás investiga suposta mensagem de grupo de extermínio de gays em rede social após vitória de Bolsonaro

ONGs lançam campanha para proteger vítimas dos apoiadores de Bolsonaro

Com a ajuda de professores e funcionários, o estudante conseguiu estancar o sangue. A instituição de ensino chamou a polícia e uma ambulância para socorrer o jovem.

O caso está sob investigação pela Polícia Civil, através da 23ª DP (Méier). Em nota emitida na tarde desta terça-feira (30) ao jornal O Dia, a polícia afirmou que está em “diligências em busca de novas informações”.