O locutor Andy Cohen
O apresentador Andy Cohen (Foto: Divulgação)

Um dos apresentadores mais famosos da TV americana, e homossexual assumido, Andy Cohen rechaçou as rotulações de ativo e passivo para relacionamento.

De acordo com a revista britânica Attitude, para o comunicador isso é passado e, no fundo, a tendência é de que a maioria dos gays, em determinado período de sua vida, tendam a ser versátil.

Leia mais:


‘Ela sabia que sou gay’, diz Ricky Martin sobre ex-namorada

Sandra de Sá e a esposa são alvo de processo de despejo

“Essa história de ficar perguntando se é ativo/passivo já era. Também já me perguntaram inúmeras vezes… E toda essa vergonha de se dizer passivo que ainda existe é algo que já devíamos ter ultrapassado como comunidade. Por que temos que ficar rotulando tanto o sexo?”, esclareceu.

“Minha definição de sexo sempre é que é algo íntimo. O lance é ter tesão e chegar ao orgasmo junto se realizando fazendo o que você quiser e puder, ao invés de ficar nos limitando com rótulos e questões tão específicas”, disse ele.

“Pra mim pelo menos essa coisa de ativo e passivo, além de nos limitar, remete muito a ‘quem é o homem ou a mulher da relação’. É algo ultrapassado obviamente”, completou.