Empresária foi agredida por homem e confundida com travesti em Manaus
Empresária foi agredida por homem e confundida com travesti em Manaus (Foto: Reprodução)

Um vídeo que está viralizando nas redes sociais mostra uma mulher sendo agredida em Manaus, após ser confundida com uma travesti. O caso aconteceu na última sexta-feira (12), por volta das 6h da manhã, durante a saída de uma festa.

A vítima, a empresária e chef de cozinha Sandy Salum, de 36 anos, relatou que a briga começou após ela reclamar de uma atitude de assédio do rapaz com uma amiga sua. Em resposta, ela foi chamada de travesti e “escória da humanidade” foi quando os dois entraram em luta corporal.

“Esse indivíduo passou e puxou o cabelo dela. Ela disse ‘ai, me deixa’. Eu disse, ‘ei, deixa ela’. Só que, pelo fato de eu ter a voz grossa, ele já falou ‘o que que é, sua travesti? sua escória da humanidade, puta’”, contou ao G1.


“Ele veio pra cima e me empurrou. Ele saiu correndo a ladeira e entrou no táxi. Eu fui atrás dele, entrei no táxi e falei ‘agora tu me chama de travesti de novo. Você vai aprender a me respeitar”, acrescentou.

LEIA MAIS:

Justiça condena Agepol a promover campanhas de conscientização após homofobia em clube

MPF investiga jogo que Bolsonaro mata LGBTs e outras minorias

Nas imagens que circulam pela web, mostra já o fim da confusão quando Sandy o confronta e o homem vai para coma dela, enquanto alguém narra as agressões: “É marido e mulher”.

A empresária registrou Boletim de Ocorrência (B.O.) no 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP). “A gente não pode deixar essas atitudes impunes. Nós temos que denunciar e continuar, porque, independente de qualquer coisa, se você for gay, trans, mulher, negra, lésbica, não importa. Você é ser humano e você tem os seus direitos como cidadão de bem.”

“E eu vou lutar. Eu sou mae, eu sou mulher, eu sou negra, eu sofri preconceito desde criança e nem por isso eu vou me fazer de vítima. Eu vou atrás dos meus direitos na Justiça”, afirmou.