Carlinhos Maia
Carlinhos Maia (Reprodução/Instagram)

O influenciador digital Carlinhos Maia rebateu as acusações de homofobia, após gravar suposto vídeo “defendendo” falas homofóbicas de Jair Bolsonaro.

O caso aconteceu no último domingo (28), enquanto acontecia votação para presidente em todo o país. Na ocasião, Maia gravou uma série de stories falando sobre as eleições e, em determinado momento, ele relativizou as falas polêmicas de Bolsonaro sobre a comunidade LGBT.

Leia mais:


Trisal com duas mulheres e um homem em Segundo Sol repercute na web

Bolsonarista faz apologia à morte de negros e militantes de esquerda

Veja no vídeo abaixo:

Após a repercussão, o nome do humorista foi parar nos trending topics do Twitter, fato que o fez se retratar, rebatendo as acusações de homofobia. Carlinhos até revelou que não apoiou nenhum candidato e, inclusive, sequer votou para presidente no segundo turno.

Ainda, o “rei do Instagram” rechaçou os boatos de que ele seria gay e disse que não tem a obrigação de falar sobre sua vida íntima, tampouco sobre “quem come ou deixa de comer”.