Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro (Foto: Reprodução)

O candidato à presidência do Brasil Jair Bolsonaro (PSL) afirmou em entrevista à TV Cidade Verde (afiliada do SBT no Piauí), exibida nesta terça-feira (23), que caso seja eleito vai acabar com o “coitadismo” de gays, negros, nordestinos e mulheres.

Segundo o presidenciável, a política afirmativa culmina no aumento do preconceito a estas minorias. “Isso não pode continuar existindo. Tudo é coitadismo. Coitado do negro, coitado da mulher, coitado do gay, coitado do nordestino, coitado do piauiense. Vamos acabar com isso”, prometeu.

LEIA MAIS:


Com Pabllo Vittar e Silvetty Montila, vídeo mostra criação das vozes da série “Super Drags”

Famosa drag da cena de Salvador, Rainha Loulou estrela peça “Strip Tempo”

Ainda na entrevista, Bolsonaro garantiu que não vai conceder tratamento diferente aos governos petistas e de oposição. “Não podemos prejudicar o povo do Piauí (se referindo ao governador reeleito Wellington Dias, do PT), qualquer estado que seja, porque tem um governador que não se alinhe ideologicamente conosco”, garantiu

Assista: