O ator Armando Babaioff
O ator Armando Babaioff (Foto: Divulgação/TV Globo)

O ator Armando Babaioff definiu como “inusitada”, a virada que o seu personagem Ionan vai viver nos próximos capítulos de “Segundo Sol”. Após Maura (Nanda Costa) afirmar que não consegue escolher entre o policial e Selma (Carol Fazu), eles toparam se relacionar como um trisal.

“É divertido saber que ele vai topar porque quer estar ao lado da Maura. Ele a ama muito e topa passar por cima da forma como se vê para experimentar essa relação. Isso tudo será apresentado de uma maneira bem-humorada e questionadora. Além disso, serão mostrados os conflitos do personagem. Será um poliamor bem específico porque não são os três se relacionando, e sim o Ionan com a Maura e a Maura com a Selma”, contou ele em entrevista à coluna de Patrícia Kogut, do jornal O Globo.

Sobre a divisão do público sobre a trama, o galã acredita que assuntos como este devem ser discutidos na televisão, mesmo que sejam tabus. “Os temas precisam ser tratados e discutidos. No teatro, na televisão e nas outras artes, os personagens passam por situações que parte dos espectadores não vive, viveu ou viverá. Com isso, criamos a chance de as pessoas se colocarem no lugar de outras. Temos a oportunidade de mostrar uma realidade diferente, para que haja um reconhecimento. A ideia é que aquilo vire uma discussão e não apenas um bloqueio: ‘eu vejo, não gosto, não entendo e não quero discutir’. Isso está acontecendo hoje e me assusta um pouco. Estamos pouco empáticos, não temos mais tolerância para o diferente.”, analisou.


LEIA MAIS:

Personagens LGBT na TV americana apresenta maior aumento em 23 anos, diz relatório

Bruna Linzmeyer posa nua para projeto sobre identidade feminina

O papel na trama de João Emanuel Carneiro será um marco na sua carreira. A novela foi muito especial. Vou carregar esse trabalho para o resto da minha vida. Meu nome agora virou Ionan, todo mundo que me vê na rua me chama assim. As pessoas passaram a vir falar comigo para discutir a novela e as decisões do personagem, como se ele de fato fosse real, contou.

Questionado sobre o desfecho dos personagens, Babaioff preferiu ficar em cima do muro. “Não tenho torcida, já estou sofrendo e dividido como ele. Acho que Ionan tem seus motivos para tomar uma decisão, qualquer que seja ela. Sou muito grato e apaixonado pela Roberta Rodrigues e pela Nanda Costa por terem criado essa história junto comigo”