Cabeleireiro Agustin Fernandez
Cabeleireiro Agustin Fernandez (Reprodução/Instagram)

Agustin Fernandez voltou a se manifestar sobre os resultados das eleições no Brasil, desta vez para ironizar campanha que viralizou na web após a confirmação da vitória de Jair Bolsonaro, em que diferentes setores minoritários da sociedade, principalmente os LGBTs, devem dar as mãos para atravessarem, juntos, os quatro anos de governo do militar.

Através de sua conta nas redes sociais, no entanto, o uruguaio disse que “não quer ninguém segurando” suas mãos.

“Não quero ninguém segurando a minha mão não, tudo pelo contrário. Me solta que eu vou arregaçar as mangas e botar elas pra trabalhar, não tenho tempo pra mimimi”, afirmou.


Leia mais:

Lea T revela experiência extraterrestre afirma: “Estava sóbria”

Cher ataca Bolsonaro e diz que ele é um “porco”

Ainda na noite do último domingo (28), relatos de casos de homofobia praticados por eleitores de Bolsonaro viralizaram nas redes sociais. Em ataques virtuais, inclusive, um bolsonarista chegou a oferecer um brinde para quem “caçar e atirar em viadinho”.

Em relação ao maquiador, Fernandez também postou uma fake news envolvendo o nome da cantora Pabllo Vittar de que ela iria sair do país após a vitória de Bolsonaro. A postagem mentirosa teve milhares de curtidas e compartilhamentos.