A drag queen Tyra Sanchez
A drag queen Tyra Sanchez (Foto: Divulgação)

A drag queen Tyra Sanchez, vencedora da segunda temporada de RuPaul’s Drag Race decidiu romper de vez toda a sua relação com o reality show que a ajudou a ter mais notoriedade. Em uma série de stories publicados no seu perfil no Instagram, ela informa aos seus seguidores da decisão e pede para que não a marquem mais em nada que seja relacionado ao programa, com risco de ser bloqueado.

“Se você me marcar em QUALQUER COISA relacionada à Drag Race eu vou te bloquear. Qualquer desenho, qualquer comentário, qualquer colagem com todas winners, qualquer foto com Drag Race ou um grupo de rainhas de Drag Race. Você será banido! Drag Race é proibido. Não mencione para mim. Você será banido para sempre”, avisou.

Tyra continuou alfinetando os fãs da atração. “Imagens e desenhos solos de Tyra 007 ou fotos que você tirou com Tyra 007 não são proibidas. Elas são permitidas. Por favor, NÃO MARQUE Tyra 007 em fan art com as campeãs de RuPaul’s Drag Race. Assim como memes, videos antigos, duelos de lipsync, fotos antigas, etc., de RuPaul’s Drag Race, onde o diabólico fandom se encontra”, disparou.


LEIA MAIS:

Com homenagem à comunidade LGBT, Calvin Harris lança clipe de “Promises” com Sam Smith; assista

Assim como Pabllo Vittar, Gloria Groove rompe com marca que apoia Bolsonaro

E finalizou: “Postagens de RuPaul’s Drag Race são repletas de ódio e somente fazem com que Tyra 007 seja marcada e atacada, diariamente, por nenhuma razão específica. Chega. Obrigada por você respeitar o pedido.”

Vale lembrar que no fim da décima temporada de Drag Race, Tyra Sanchez publicou uma carta na qual expôs todo o seu descontentamento com o reality, acusando a produção de racismo assim como a sua decepção com a própria RuPaul, pelo descaso para com as queens negras.