Facada
Facada (Foto: Reprodução)

Um homem de 28 anos foi preso no sábado (1°) acusado de matar a facadas o próprio tio, de 38, no município de Bonfim, localizado na região norte de Roraima, após ser chamado de gay durante uma festa de família.

De acordo com o delegado Alberto Alencar, os dois bebiam juntos quando se desentenderam e o suspeito desferiu dois golpes de faca contra a vítima. O jovem foi preso em flagrante pela Polícia Militar. No momento no qual foi detido, ele estava com a faca usada para o crime nas mãos. As informações são do G1.

“Foram duas facadas, uma na perna e outra no coração. Tio e sobrinho discutiram porque o sobrinho foi chamado de gay. Por motivo banal ocorreram agressões mútuas. Conforme afirmaram os populares, eles estavam consumido cachaça”, relatou Alencar.


LEIA MAIS:

Professora vítima de transfobia troca indenização de R$ 20 mil por aula aos agressores

1ª atriz trans de Malhação, Gabriela Loran, revela desejo de ser mãe: “Tenho vínculo forte com a maternidade”

Segundo testemunhas, tio e sobrinho costumavam colecionar desavenças. “Testemunhas disseram que após desferir a facada mortal no coração de seu tio, o homicida ficou segurando a faca na mão direita e olhando para a vítima dizendo que queria morrer, fato antes presenciado pelas testemunhas e policiais militares que atenderam a ocorrência e o detiveram ainda com a faca na mão”, contou o delegado.

O suspeito foi autuado em flagrante e vai responder por homicídio qualificado por motivo fútil. Ele deve ser conduzido à audiência de custódia.

DEIXE UMA RESPOSTA