Drag queen Lorelay Fox
Drag queen Lorelay Fox (Foto: Divulgação)

Uma das drag queens mais famosas do país, com mais de 500 mil inscritos no YouTube, e 300 mil seguidores nas redes sociais, Lorelay Fox acaba de fazer sua estreia como jurada de um programa de TV.

A artista paulista, natural de Sorocaba, no interior do estado, passou a integrar o time de juradas do “Superbonita”, da GNT, ao lado de nomes como Giovanna Ewbank, Karol Conká e do maquiador Renner Souza.

Em entrevista ao Emais, do jornal “O Estado de S.Paulo”, Danilo Dabague, de 31 anos, a persona por trás de Lorelay, falou sobre sua estreia na TV e afirmou que “ser drag não é uma questão de gênero, mas artística”.


Leia mais:

Após ser atacada, Anitta toma atitude inesperada no Instagram

Lésbica, Ellen Page se manifesta contra Bolsonaro: “Ele é perigoso e homofóbico”

“Eu sempre fui uma criança que desenhou muito. Desde cedo eu tinha talento e minha mãe me colocou em um curso de desenho quando tinha dez anos. Para mim, até hoje a maquiagem é uma plataforma artística, que permite usar o rosto como um papel, uma tela”, declarou ela, que completou dizendo que o feedback das redes sociais tem sido positivo para sua participação no programa da GNT.

“Nossa existência LGBT vai muito além das questões políticos. É muito legal estar em um programa que tem um público cativo, dentro de uma emissora com um posicionamento tão legal, para dar a opinião como profissional da maquiagem”, ressaltou.

“Ser drag não é uma questão de gênero ou identidade, mas puramente artística. O fato de eu aparecer sem estar montada, fora da drag, é pra lembrar as pessoas de que é apenas meu uniforme de trabalho. As pessoas olham muito como se ela tivesse vida própria e não é assim; é a expressão de quem a criou, como a obra de toda artista. É importante levar em consideração o criador da drag”, afirmou em tom de desabafo.

 

DEIXE UMA RESPOSTA