Símbolo da luta contra o HIV/Aids
Símbolo da luta contra o HIV/Aids [Foto: Reprodução/Internet]

O número de casos de Aids em homens na cidade de São Paulo caiu 7% em comparação com a última década, uma redução de 5.465 para 5.087 novos portadores da doença em São Paulo, segundo balanço do Centro de Referência e Treinamento DST/AIDS-SP, da Secretaria de Estado da Saúde.

A concentração na faixa-etária de 30 a 39 anos teve queda de 1.995 para 1.619, comparando-se 2007 e 2016. Outras faixas-etárias, entretanto, apresentaram um aumento nos diagnósticos de soropositivos. Entre os adolescentes, o crescimento foi de 167% entre os 15 e 19 anos do sexo masculino com um salto de 43 para 115 casos neste mesmo período.

Entre jovens de 20 a 24 anos, de 303 para 584 casos (93%). Assim como no público feminino, houve alta entre homens idosos (de 60 a 69 anos), passando de 147 para 193, um aumento de 31%.


LEIA MAIS:

Thalía revela interesse de parceria com Anitta e Pabllo Vittar: “Quem sabe os fãs podem ter uma surpresa?”

Ashley Benson apimenta rumores de namoro com Cara Delevingne

Já entre as mulheres, os números de portadores com Aids caiu pela metade no Estado dentro de uma década. 50% é similar entre mulheres de 30 a 39 anos, que representam cerca de 1/3 dos casos notificados entre o público feminino.

Em 2016, foram diagnosticadas 504 pacientes nessa faixa de idade; dez anos antes foram 1.053, uma queda de 52,1%. O número de diagnósticos de Aids entre as idosas de 60 a 69 anos aumentou de 103 para 136 casos positivos (32%), no período.