Revista australiana
Revista australiana sobre casamentos "White" (Foto: Divulgação)

A revista de casamentos australiana “White” recebeu acusações recentemente de ter feito um bloqueio contra a união civil entre pessoas do mesmo sexo, legalizada no país no fim do ano passado. Ativistas reivindicam o fato da publicação não fazer referências à mudança, nem mostrar nenhum casal homoafetivo nas edições que sucederam a decisão.

De acordo com o Sydney Morning Herald, a fotógrafa Lara Hotz que já teve trabalhos seus publicados na revista contou que ao questionar o motivo da falta de casais gays no periódico ouviu como resposta do editor: “não estamos compartilhando casamentos do mesmo sexo neste momento.”

LEIA MAIS:


Série sul-africana exibe primeiro beijo lésbico após 18 anos

Parada do Orgulho LGBT da Bahia leva milhares ao centro de Salvador

“Eu imagino que a maioria das pessoas LGBTQI se sentiria magoada por não ser representada da mesma forma ou de forma alguma”, afirmou Hotz que é casada com uma mulher.

Empresas que fazem anúncios na revista também manifestaram surpresa ao saber do suposto boicote promovido pela publicação. Ona Janzen, que anunciou seu negócio de fotografia de casamento na White Magazine, disse à AAP “Se eu soubesse que eles não suportam SSM, eu não teria escolhido gastar uma boa parte dos meus fundos de marketing com a revista deles, por princípio.”