Bruna Svetlic
Bruna Svetlic (Reprodução/Facebook)

Depois das polêmicas de corrupção envolvendo o antigo dirigente da Coordenação de Políticas para LGBTI da Prefeitura de São Paulo, o órgão municipal elegeu Bruna Svetlic para administrar a pasta.

Lésbica e militante pelos direitos da comunidade LGBT, Bruna tem 31 anos e é bacharel em direito pela Universidade de São Paulo, e já atua junto à coordenação desde 2015.

Leia mais:


Gorete Milagres volta à TV e viverá mãe de um homossexual em novela da Globo

Internautas ressuscitam tweet de Rita Lee sobre Bolsonaro

Há cerca de um mês, a Coordenação estava sem um representante oficial, depois que Ivan Batista foi suspenso do órgão por 120 dias, enquanto a Justiça investiga uma denúncia de suspeita de corrupção.

Batista foi acusado de ter explorado patrocínio em dois trios da Prefeitura do município que foram às ruas na 22º Parada do Orgulho LGBT de São Paulo em 2018.

Com informações do Guia Gay SP

DEIXE UMA RESPOSTA