Tarso Brant
Tarso Brant (Foto: Divulgação)

O ator transgênero Tarso Brant, de 25 anos, que teve a sua história conhecida para compor a criação do personagem Ivan (Carol Duarte) da novela A Força do Querer escrita por Glória Perez, lembrou em entrevista à revista Quem como a descoberta da sua sexualidade foi algo que encarou de forma natural.

“Comecei a entender a minha sexualidade desde sempre, foi algo muito natural. Vivia conflitos, mas me posicionava de modo neutro. Quando perguntavam do que eu gostava, eu respondia ‘eu gosto’. Se me perguntavam o motivo de usar determinado estilo de roupa, eu respondia, ‘porque eu gosto’. Com isso, o assunto já morria. Sempre fui uma criança muito observadora e sabia que tinha um segredo que não podia contar para ninguém porque ninguém ia me entender”, explicou ele.

Sobre a maneira como vê a prática sexual, Tarso destaca que não encara como algo banal. “O ato sexual é uma conexão. Estou compartilhando a minha carga de vida inteira com a pessoa. Não é algo banal. Já tive relações com homens e mulheres, mas sempre teve que ser uma boa recordação. Não digo amor, mas diria uma conexão que me fizesse bem”, afirmou.


LEIA MAIS:

“Nunca vai acabar”, lamenta a drag queen Aretuza Lovi sobre LGBTfobia

Sophia Abrahão posta vídeo de Sergio Malheiros dançando só de cueca

“É muito bom ter essa consciência de viver duas vidas na mesma existência. Vivi a Tereza, que foi uma mulher como qualquer outra, com sentimentos, que menstruava, tinha TPM, chorava, se iludia… Ao mesmo tempo, tinha esse cara vivendo por meio dela. Quando eu ainda era Tereza e um homem chegava em mim, eu sabia qual era a intenção dele só pelo olhar. Identificava nele coisas que eu já conhecia dentro de mim”, confidenciou.

“Quando amigas minhas me pedem conselhos eu peço detalhes de como o cara agiu, falou e se portou e consigo explicar o motivo ou a intenção dele. Sempre acerto! Já fui um cara que não foi santinho. Agora também ensino essa coisa do respeito às mulheres aos meus amigos”, completou.