A atriz Gorete Milagres
A atriz Gorete Milagres (Foto: Divulgação)

A homossexualidade do personagem Michael (Pedro Vinicius) está no centro da trama de Malhação e a atriz Gorete Milagres,  famosa pela intérprete Filó na década de 1990, que faz a mãe do jovem na novela desabafou recentemente sobre a discriminação contra LGBTs em seu perfil no Instagram.

“Ser mãe de um homossexual deveria ser como deveria ser: normal! Infelizmente existe um preconceito que amedronta mães e famílias por todo este nosso país, que mais mata por homofobia em todo mundo!”, escreveu ela.

LEIA MAIS:


Ícaro Silva posta foto de Bernardo Mendes pelado e fala sobre ser bissexual: “E ficar só com duas opções?”

Thammy Miranda e Andressa Ferreira compram enxoval de futuro filho nos EUA

Gorete conta que se espelhou na educação que recebeu na sua mãe. “Eu tentei me espelhar na forma em que a minha mãe educou os seus 13 filhos. Respeitando cada um, porque cada um é um. Ela sempre repetia esta frase. Ela sempre recebia com alegria os amigos dos filhos e sempre respeitou a individualidade e sexualidade de todos”, lembrou.

“[Ela] lidou com naturalidade, sem sofrimento e com muito respeito e muito amor, com os todos familiares e amigos gays. Um dia ela disse ao meu irmão que chamou a minha irmã de sapatão: ‘Nunca mais repita esta palavra.Ela é assim, é genético, nasceu assim e você cala e aceita’. Me lembrei muito dela ao construir esta personagem. O amor [deve estar] acima de tudo”, completou.

É hoje que começa a quinzena com a história do personagem Michael- ator Pedro Vinicius na Malhação. Eu serei a Beth, mãe deste jovem incrível! Ser mãe de um homossexual deveria ser como deveria ser: normal! Infelizmente existe um preconceito que amedronta mães e famílias por todo este nosso país, que mais mata por homofobia em todo mundo! Eu tentei me espelhar na forma em que a minha mãe educou os seus 13 filhos. Respeitando cada um, pq cada um é um. Sempre repetia esta frase. Ela sempre recebia com alegria os amigos dos filhos e sempre respeitou a individualidade e sexualidade de todos. Lidou com naturalidade, sem sofrimento e com muito respeito e muito AMOR, com os todos familiares e amigos gays. Um dia ela disse ao meu irmão que chamou a minha irmã de sapatão: -nunca mais repita esta palavra. Ela é assim, é genético, nasceu assim e você cala e aceita! Me lembrei muito dela ao construir esta personagem e mergulhei nesta história linda do Michael, que aborda temas importantíssimos: AMOR acima de tudo, sexualidade, preconceito, família e amizade! Linda história! Não percam! A partir de hoje as 17:20-Malhação/ Globo.

Uma publicação compartilhada por Gorete Milagres & Filomena (@goretemilagres) em