A atriz Carol Fazu
A atriz Carol Fazu (Foto: Divulgação)

No ar como a personagem lésbica Selma, em Segundo Sol, a atriz Carol Fazu revelou que apesar da boa aceitação do casal que formou junto com Nanda Costa nem sempre recebe mensagens positivas do público.

“O preconceito existe sim, comentários preconceituosos existem. Outro dia escutei uma pessoa falando: ‘Uma atriz tão linda e talentosa, porque ela está fazendo esse personagem?’, e isso me bateu com uma dor, eu senti todo o preconceito que aquela frase trazia”, afirmou ela à revista Quem.

LEIA MAIS:


Arquiteto denuncia agressão homofóbica de casa de shows em SP

Pabllo Vittar voa e protesta contra Bolsonaro no Prêmio Multishow

A artista ainda fez uma avaliação sobre o seu papel na trama de João Emanuel Carneiro. “Eu vejo a Selma como uma mulher complexa naturalmente, com suas forças e fraquezas. Mas ressalto algumas características dela, acho uma personagem muito solar, tem um brilho e uma forma otimista de olhar para a vida e para situações, busca e pensa soluções. Ela é uma mulher empoderada que assume as rédeas da sua vida e seus afetos, se coloca à frente e batalha pelas coisas que acredita. Acredito que determinação e coragem seriam boas palavras para associarmos à Selma”, contou.

Fazu ainda comentou sobre a torcida da audiência pelos personagens. “O casal Selma e Maura chegou com força, com amor verdadeiro e carisma e gerou grande empatia. Acho que a maior torcida ainda é por Masel. Mas temos torcidas variadas, já existe uma frente que está torcendo por Selma e Doralice. Outro dia, quando passou uma cena entre Selma e Ícaro as pessoas comentaram nas redes que rolou um clima. E existe também uma torcida por Maura e Ionan.”