Vítima teve parte da orelha arrancada
Vítima teve parte da orelha arrancada (Divulgação)

O britânico Martin Gallagher, de 28 anos, foi condenado à prisão após morder e arrancar parte da orelha de outro homem que, supostamente, teria olhado para seu pênis em um mictório.

O caso aconteceu em Newcastle, na Inglaterra, em 2017. No entanto, a sentença do réu foi proferida este mês.

De acordo com a Justiça britânica, Gallagher foi condenado a dois anos de prisão, mas a pena foi reduzida para três meses de regime semiaberto com o pagamento de cerca de R$ 28 mil de indenização à vítima.


Leia mais:

Torcedores do Atlético-MG tentam insultar rivais dizendo que ‘Bolsonaro vai matar veado

Multishow exibe piada homofóbica de ‘Chapolin’

Na ocasião do crime, ambos os homens estavam no mesmo recinto, em um bar local. Às autoridades, Martin disse que foi ao banheiro e foi seguido pela vítima, que não teve a identidade revelada.

Ao utilizar o mictório para suas necessidades fisiológicas, o outro homem teria olhado para suas partes íntimas, fato que o motivou a agredi-lo.

A vítima tentou se defender dizendo que não estava olhando, mesmo assim Gallagher mordeu-o e arrancou parte de uma de suas orelhas com a própria boca.

Martin Gallagher
Martin Gallagher (Divulgação)

 

DEIXE UMA RESPOSTA