Gays e bissexuais com mais de 60 anos tendem a omitir a idade em aplicativos
Gays e bissexuais com mais de 60 anos tendem a omitir a idade em aplicativos (Reprodução/Internet)

Os aplicativos de relacionamento se tornaram uma ótima opção para quem busca sexo rápido ou mesmo algo mais duradouro. Ao mesmo tempo, essas plataformas podem significar um meio de bastante preconceito e exclusão, sobretudo com pessoas mais velhas.

Um estudo conduzido pelo portal Gay Star News revelou que um em cada quatro homens gays e bissexuais tendem a mentir sobre a própria idade nos aplicativos.

Leia mais:


Chay Suede se posiciona contra Jair Bolsonaro e adota tom crítico

Priscila Tossan desabafa sobre críticas: “Pesadas”

Ao todo, a pesquisa ouviu mais de três mil pessoas, sendo que desse total 35% eram aposentados. 25% dos entrevistados admitiram que já mentiram pelo menos uma vez sobre a idade e o número sobe para 28% quando se trata daqueles com mais de 60 anos.

Entre os motivos que levam as pessoas a omitirem ou mentirem sobre a longevidade estão a extrema valorização da juventude, o medo de envelhecer e perder a “boa aparência”.

“O sexo não termina aos 50 anos. Confiança e experiência são atraentes. O medo do envelhecimento não é. basta perguntar ao meu marido três anos mais velho do que eu e ao meu namorado mais jovem de 27 anos”, disse um entrevistado.

 

1 COMENTÁRIO

  1. A grande verdade é que viadinhos novos são mais aprazíveis e por isto não lhes falta freguesia.
    Porém, à medida que as bonecas envelhecem e se tornam “tias” obviamente se modificam fisicamente, mental e moralmente e isso significa que se tornam demais peludos, barrigudos, viciados em “n” presepadas, ficam cheios de frescura, exigências, dão shows descabidos e quando ficam chatos demais não há quem lhes faça companhia… MORMENTE NA CAMA.
    Quando envelhecem e se transformam em “bichas velhas” flácidas, desdentadas, decadentes, diabéticas, dependentes de doses cavalares de remedinhos e pior: caducas!
    É aí quer fica pior, pois os parceiros fixos também envelhecem e perdem o tesão, ao passo que os parceiros mais jovens se tornam cada vez mais fortuitos pois evitam propositadamente se aproximar. Ou quando o fazem esse enorme esforço só funcionam A PESO DE GRANA, PRESENTES, MORDOMIAS e neste caso nem sempre os viados decrépitos têm cacife financeiro pra aguentarem o tranco e manterem ao menos as aparências.
    E aí vem a famosa DEPRÊ e é neste ponto da estória que a antes badalada e efusiva vaquinha gay se atola no brejo da dura realidade e não existe ninguém disposto a tentar tirá-la de lá!

DEIXE UMA RESPOSTA