Entidades pedem compromisso dos presidenciáveis com comunidade LGBT
Entidades pedem compromisso dos presidenciáveis com comunidade LGBT (Foto: Reprodução)

Um grupo de empresas nacionais e estrangeiras – mas com filiadas em território brasileiro – uniram-se a algumas entidades LGBT para pedir aos candidatos à presidência da República nas Eleições 2018, que se comprometam com a inclusão de lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros no mercado de trabalho.

A carta foi divulgada esta semana pelas organizações não governamentais Grupo Dignidade e Aliança Nacional LGBTI em conjunto com a organização Out & Equal Workplace Advocates.

Leia mais:


Estudante é espancado por ex do agressor em SP

Candidato a presidente, João Amoêdo causa polêmica ao falar sobre gênero

Entre as empresas que assinam o documento, estão gigantes do mercado brasileiro e mundial, como os CEOs da Accenture, Braskem, Citi, Dow, GOL, Google, IBM, J.P. Morgan, Kimberly-Clark, LinkedIn, Microsoft, Nike, Oracle, Uber, entre outras.

Ao todo, foram mais de 30 de empresas que, somadas com as ONGs, empregam atualmente cerca de 100 mil pessoas no Brasil.