O rapper Eminem
O rapper Eminem (Foto: Divulgação)

O rapper Eminem foi alvo de críticas nas redes sociais após utilizar xingamentos homofóbicos para se referir ao também cantor de rap Tyler, The Creator, na música “Fall”, faixa do seu mais novo álbum Kamikaze, lançado recentemente de surpresa.

Em um trecho da letra, o norte-americano canta: “Tyler não cria nada, eu vejo por que você se chamava de viadinho (faggot), puta / Não é só porque você não tem atenção / É porque você cultua D’ 12 bolas, você é sacrílego (ou sua religião é saco, já que pode ser ouvido sack-religious).” Apesar de censurar o xingamento, ficou claro qual palavra ele se referia e levou a muitas reações nas redes sociais.

“Não consigo nem dizer que estou surpresa com o Eminem ainda usando xingamentos homofóbicas em 2018 porque ele é uma criança mas Justin Vernon, o que diabos você está fazendo nessa música, cara?”, questionou um internauta.


“Eminem é muito velho para estar chamando as pessoas de “viados” em um álbum que só soa que ele está bravo com um viado específico que apareceu atrasado no clubinho do livro”, criticou outro.

LEIA MAIS:

Aline Barros nega ter demitido ex-backing vocal por ela ser gay: “Minha crença jamais permitiria agir de forma preconceituosa”

Após críticas, Nanda Costa defende romance entre Maura e Ionan em Segundo Sol: “Livre para experimentar”

Vale lembrar que tanto Tyler quanto Eminem costumam trazer declarações homofóbicas em suas músicas. Apesar dos rumores a respeito da sua homossexualidade, Tyler nunca confirmou nada sobre o assunto.

Em entrevista à Rolling Stone de 2013, Eminem justificou o seu comportamento afirmando que costuma utilizar o termo “faggot”, “mais como chamar alguém de puta ou punk ou idiota” e assegurou não ter “problemas com gay, hétero, transgênero, de jeito nenhum.”

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA