O ator Chay Suede
O ator Chay Suede (Foto: Divulgação/TV Globo)

O ator Chay Suede utilizou seu perfil nas redes sociais para aderir à campanha “Ele Não” contra o presidenciável do PSL Jair Bolsonaro, e adotou um tom crítico ao ex-deputado do Rio.

Ao explicitar sua opinião contrária a Bolsonaro, o famoso listou cinco razões que o levaram a tomar tal decisão e afirmou que, em sua opinião, o candidato é “incompetente” para assumir o cargo que almeja.

Leia mais:


Priscila Tossan desabafa sobre críticas: “Pesadas”

Paolla Oliveira lamenta eliminação de Priscila Tossan no The Voice Brasil

“Bom, ‘Ele Não’ porque o livro dele foi escrito por um torturador e ele não teve o pudor de admitir isso durante uma sabatina em rede nacional. O que, na minha opinião, é gravíssimo e revela o caráter no mínimo violento de um homem no qual eu não desejo que deseja o presidente do meu país”, iniciou o artista.

“’Ele Não’ porque relativiza a escravidão e trata a meritocracia como uma possibilidade em um país tão desigual como o nosso. ‘Ele não’ porque não fala em redistribuição de renda, apesar de vivermos em um país tão injusto. ’Ele Não’ porque faz sinal de arma com a mão em um país violento como o nosso. Não acho que seja isso que a gente precisa. Ele não, ele nunca”, concluiu Chay Suede.

DEIXE UMA RESPOSTA