A modelo e atriz Cara Delevingne
A modelo e atriz Cara Delevingne (Foto: Reprodução/Instagram)

Após relatar como uma das vítimas de assédio pelo produtor de Hollywood Harvey Weinstein, a atriz Cara Delevingne usou o seu perfil no Twitter para se unir as mulheres na campanha #WhyIDidntReport, que traz mulheres vítimas de estupro, que resolveram contar por que não denunciaram os casos de violência.

“Me senti envergonhada com o que aconteceu e não queria arruinar publicamente a vida de alguém, ainda que tenham arruinado a minha vida particular”, escreveu a famosa.

LEIA MAIS:


Monique Evans comemora aniversário de namoro com Cacá Werneck: “Mudou a minha vida”

“Não saberia viver de outra forma”, afirma Daniela Mercury sobre Malu Verçosa

O movimento é uma reação ao tweet feito pelo presidente Donald Trump no qual questionava o fato do motivo que levaria a uma mulher só denunciar casos de assédio depois de anos do ocorrido.

Em meio às queixas contra Harvey Weinstein, em outubro do ano passado, Cara Delevingne alegou que fez investidas sexuais contra ela em um quarto de hotel.

 

DEIXE UMA RESPOSTA