José Maria Eymael
Candidato Eymael (Reprodução/EBC)

O candidato à Presidência da República pelo Democracia Cristã, José Maria Eymael, defendeu o resgate dos valores morais e o respeito à família. Ele defendeu a criação do Ministério da Família e afirmou que “não é recomendável” que homossexuais adotem crianças e adolescentes.

A declaração foi dada pelo postulante ao Planalto durante entrevista à Agência Brasil.

Leia mais:


Luis Lobianco é vítima de homofobia após postar foto com o marido

Multishow exibe piada homofóbica de ‘Chapolin’

O candidato afirmou que, se eleito, vai criar o Ministério da Família para que todas as ações de governo sejam focadas neste núcleo. Questionado sobre o que é família, ele foi categórico: a união entre homem e mulher. Negou que discrimine homossexuais e as uniões homoafetivas.

Ele defendeu ainda o retorno da disciplina de Educação Moral e Cívica como item obrigatório nos colégios como forma de resgatar os valores e os sentimentos patrióticos.

Leia a entrevista completa, sobre as demais propostas do candidato, clicando aqui.