Vídeos transex são os mais consumidos pelos brasileiros adeptos do entretenimento adulto
Vídeos transex são os mais consumidos pelos brasileiros adeptos do entretenimento adulto (Reprodução)

Apesar do Brasil ser um dos países mais transfóbicos do mundo – de acordo com a ONG Transgender Europe somos o que mais mata travestis e transexuais no planeta – paradoxalmente, os brasileiros são também os que mais consomem conteúdo adulto do gênero.

De acordo com um levantamento feito pelo famoso site de pornô “RedTube”, o consumo dos brasileiros para esse tipo de produto representa quase metade das buscas mundiais por vídeos de transexuais e travestis.

Leia mais:


Kit Harrington vive gay enrustido em novo filme de Xavier Dolan

Homem ‘morre de amor’ após morte do marido

“Você tem 89% mais chances de pesquisar sobre transexuais, se vier do Brasil”, diz o texto do levantamento que não especificou números exatos.

O RedTube mostrou ainda que as quatro categorias mais visitadas a nível mundial dentro da plataforma são “lésbicas”, “anal”, “teen” e “shemale” – termo usado por estrangeiros para a busca em sites pornôs com vídeos transex. Por fim, dentre os termos mais buscados, aparecem “travesti” e “brazilian shemale”.