O ator Pablo Sanábio, a marido Marcelo e a filha
O ator Pablo Sanábio, o marido Marcelo e a filha (Foto: Reprodução/Instagram)

O ator Pablo Sanábio, conhecido pelo seu trabalho em produções da Globo como a novela  “Totalmente Demais” e a série “Sob Pressão” compartilhou com os seus seguidores no perfil do Instagram os preparativos da festa de 1 ano da filha que adotou com o marido Marcelo.

Em um post, ele mostrou o trabalho com a organizadora da comemoração. O casal recebeu a filha após terminar o processo de adoção em maio. Em agosto, no dia dos pais, ele comemorou a chegada da filha.

LEIA MAIS:


Pabllo Vittar causa nas redes sociais ao publicar foto com bumbum empinado

Caio Dias lança novo clipe em parceria com MC Xuxu; Assista “TransPiração”

“Sempre quis ser pai. Não me lembro ao certo quando essa vontade nasceu em mim, mas recordo que ela era muito antiga. Por mais que parecesse distante a concretização desse sonho, sabia que aconteceria. Em 2013, conheci o grande amor da minha a vida e em maio desse ano a nossa filha chegou! Parabéns a todos os pais!!”, declarou na ocasião.

Sanábio ainda declarou todo o seu amor pela filha em outro post. “Depois que te conheci, era como se não houvesse antes, meu mundo é agora em diante. É como plantar um jardim. Nem sei quanto tempo esperamos. Até que um dia enfim. Você já faz parte de mim”, escreveu.

• amor (e cores) em SP •

Uma publicação compartilhada por Ⓜ️ A R C E L O (@marcelolgn) em

 

6 COMENTÁRIOS

    • Coitado de você com esse pensamento medíocre, olha o tanto de criança que tem Pai e Mãe e não tem o amor de ambos. Mas para responder sua perguntar esse é um casal Gay! Sendo assim a criança não tem mãe e sim dois Pais que vão lhe dar amor e educação para não ser uma pessoa triste de alma que nem você deve ser.

  1. Fico feliz, pois esta criança terá um lar e alguém que cuide dela e a de carinho, que pena, que temos que ler comentários de pessoas tão imundas e sujas como estas, e com palavreados tão chulos assim.

  2. Amei, são gays mais tem amor de sobra pra dar e quantas crianças são maltratadas, e vivé num lar sem amor pelo mundo a fora. Essa terá tudo que uma criança merece e pra os loucos de plantão, os sem noção, dois pais também cria, educa e dar amor.

  3. Rótulos e preconceitos. Quando à criança, NUNCA FOI COMPROVADO CIENTIFICAMENTE (Ciências Humanas e Sociais e até Biológicas) que a criança desenvolverá qualquer problema, a menos que os dois não saibam educar.
    Pelo contrário, várias crianças criadas com 2 pais ou mães se tornam fortes, equilibradas, e com caráter excelente e forte, ao contrário das crianças criadas por pais, como muitos diriam … “normais” (pai e mãe)…

    Preciso também dizer outra coisa, e não me consideram machista ou homofóbico, até porque sou bissexual, mas devo dizer isso…
    Uma coisa é fato, mas não pode ser tratada como regra – homens são mais firmes, duros e frios para educar uma criança, preocupando-se demais com a formação do caráter. Por outro lado, mulheres são mais afetivas e se preocupam demais com o cuidado e amor (mimo), em si.
    A criação por casais heteroafetivos traz (APENAS) essa vantagem.
    Mas como eu disse, não pode ser taxado por regra, até porque a maioria dos bandidos, traficantes e problemáticos são criados por homem e mulher… ou seja, um casal … SUPOSTAMENTE normal.

    Diversidade sexual é igual diversidade religiosa, para esse e outros casos.
    Tem crianças excelentes criadas por evangélicos, católicos, kardecistas … ATEUS.
    Também temos crianças incríveis fruto de famílias heteroafetivos (homem e mulher), homoafetivas, anaparental, etc.

    DEPENDE APENAS DO QUE VÃO PROPORCIONAR A CRIANÇA, EM TERMOS DE CUIDADO E EDUCAÇÃO…
    ALIÁS os comentários homofóbicos que vejo mostram que EDUCAÇÃO É TUDO o que falta nesses ridículos. Isso é o problema.

    A Constituição praticamente tirou da família o dever de educar, dando ao Estado… desvirtuando a família.

DEIXE UMA RESPOSTA