A atriz Nanda Costa
A atriz Nanda Costa (Foto: Divulgação)

A atriz Nanda Costa defendeu, em entrevista ao jornal Extra, a trama que envolve a sua personagem Maura na novela Segundo Sol, que recentemente recebeu críticas nas redes sociais a respeito do romance que a policial, até então definida como lésbica, começou a viver com o colega de corporação Ionan (Armando Babaioff), interpretado por muitos como uma espécie de “cura gay”.

Namorada da percussionista Lan Lanh, a famosa disse ser a favor de experimentar. “Não existe cura gay. A única coisa que cura é o amor. Deixa ela viver, ela se descobrir. Sou super a favor da liberdade, de ser livre para experimentar”, afirmou.

A aproximação dos colegas de trabalho começou após a agente ter sido expulsa de casa pelo pai Agenor (Roberto Bonfim), que sempre teve uma postura machista e homofóbica, ao descobrir que ela mantém um relacionamento com Selma (Carol Fazu). Morando juntas, o casal lésbico decidiu ter um filho e passar pelo processo de inseminação artificial e Ionan se ofereceu para ser o doador de sêmen.


LEIA MAIS:

Nova novela mexicana traz casal lésbico; assista à chamada

Nova série da DC Comics, Patrulha do Destino, terá personagem gay

Mesmo resistindo no início, Selma decidiu ceder e aceitou a proposta, e por este motivo, o caso ganhou outras proporções, ao policial se portar como um dos pais da criança e se envolver nas decisões em torno do bebê, além da sua esposa ciumenta, Doralice brigar com os dois ao descobrir que o marido fez tudo sem o seu consentimento.

Em meio a história, os dois acabaram se beijando já algumas vezes, revelando um sentimento entre eles, mas ativistas da causa criticaram a medida que iria contra os direitos LGBT.