Vocalista do Imagine Dragons, Dan Reynolds hastea bandeira do arco-íris em show no Lollapalooza
Vocalista do Imagine Dragons, Dan Reynolds com bandeira do arco-íris em show no Lollapalooza (Foto: Reprodução/Instagram)

Como comentamos aqui nesta terça-feira (04), o rapper Eminem foi duramente criticado nas redes sociais após a divulgação da música Fall, presente no seu novo álbum “Kamikaze”, na qual faz uma declaração homofóbica ao chamar o também cantor de rap Tyler, The Creator de “faggot”, (xingamento pejorativo algo relacionado a “veado”, no Brasil). Diante da repercussão, Dan Reynolds, vocalista da Imagine Dragons e aliado da causa LGBT decidiu se posicionar contra as falas do artista.

Em seu perfil no Twitter, o músico criticou o uso de linguagem intolerante e ofensiva. “Nunca é bom dizer uma palavra cheia de ódio. Eu não me importo em que ano você nasceu ou o que significa isso para você. Se isso contribui para o ódio e o fanatismo, então é odioso. ponto. nunca há um bom momento para dizer a palavra faggot (viado). Eu não me importo com quem você é”, detonou.

LEIA MAIS:


Whindersson Nunes posa pelado em piscina e ganha elogios

Após Dinamarca, Islândia estuda derrubar proibição da doação de sangue por gays

“É nojento saber que isso está sendo ‘excessivamente sensível’ ou coisa de ‘jovens’. As pessoas LGBTQ estão tirando suas vidas depois de serem vítimas de insultos homofóbicos. Não é “sensível” tomar uma posição contra uma palavra que foi usada para espalhar o ódio por anos”, continuou.

Reynolds encerrou afirmando que não irá se calar: “Vivi o suficiente da minha vida permanecendo em silêncio sobre essas questões por medo ou falta de educação. Eu não vivo mais com medo. Eu ainda tenho muito a aprender. Mas não. Eu não serei uma voz silenciosa com essa plataforma que me foi dada”, finalizou.