Aguinaldo Silva
Aguinaldo Silva (Foto: Divulgação/TV Globo)

O autor de novelas Aguinaldo Silva levantou um questionamento, em seu perfil no Twitter, sobre a falta de representantes da comunidade LGBT na Academia Brasileira de Letras, pelo menos não abertamente.

“Perguntar não ofende, então eu pergunto: por que não tem nenhum gay, ou pelo menos nenhum que seja assumido, na Academia Brasileira de Letras? As mulheres levaram uma eternidade para conseguir entrar. E os escritores gays, até agora…”, escreveu ele que é abertamente gay, e já foi indicado a uma cadeira.

Em outro tweet, o escritor apressou-se em descartar que seja uma “autocandidatura” e ainda aproveitou para alfinetar o cantor Aguinaldo Timóteo. “Também não indicaria ninguém, pois o indicado pode imitar Agnaldo Timóteo e dizer que não é assumido nem desassumido”, disparou.


LEIA MAIS:

“Não estaria aqui sem a comunidade gay”, afirma Lady Gaga

“Chegou a nossa vez”, comemora gayband Funtastic após assinar com a Sony Music

Aguinaldo se referia ao episódio no qual o seu xará discutiu com Felipeh Campos, após o jornalista afirmar ser gay como o músico em um das edições do programa SuperPop, apresentado por Luciana Gimenez.

“Está equivocado. Não exponho os meus romances, não exponho minhas relações, são privadas.” Campos insistiu: “Pensei que você fosse assumido”. “Nem assumido nem desassumido”, rebateu Timóteo.