Bandeira trans
Bandeira trans (Foto: Reprodução)

Um estudo realizado pela Universidade do Arizona, nos Estados Unidos, e divulgado recentemente pela revista Pediatrics, revelou que adolescentes transgêneros tem mais risco de tentar o suicídio que pessoas cis.

De acordo com o levantamento, homens trans são os mais suscetíveis aos pensamentos autodestrutivos, no qual 50,8% afirmaram já ter tentado tirar a própria vida por pelo menos uma vez.

LEIA MAIS:


Casal lésbico contra e a favor de Bolsonaro viraliza nas redes sociais e conta como se relaciona com posições contrárias

Richarlyson comenta sobre rumores de homossexualidade: “O futebol é preconceituoso com tudo”

Em seguida, aparecem os jovens trans, entre 11 e 19 anos, que se identificam como não-binários – que não se encaixam nem com o gênero masculino e nem feminino – e representam 41,8% dos entrevistados. Em terceiro lugar estão as mulheres trans que concentram 29,9% deste universo.

Dentre as pessoas cisgêneros, as meninas costumam ter mais pensamentos suicidas, com  17,6%, enquanto os meninos apresentam o índice de 9,8%.

DEIXE UMA RESPOSTA