Youtuber Reynold Romão faz pegadinhas com travestis
Youtuber Reynold Romão faz pegadinhas com travestis (Foto: Reprodução/YouTube)

Um vídeo recentemente publicado no canal do YouTube Mix Reynold, de Reynold Romão tem causado polêmica nas redes sociais por ser considerado transfóbico. Nas imagens, o youtuber se veste com roupas femininas  para fazer uma “pegadinha” e intimida e assedia travestis que fazem ponto de prostituição nas ruas, tentando disputar o ponto.

Em um trecho da gravação que ganhou maior repercussão, o digital influencer aborda uma travesti chamada Natasha, se passando por um policial disfarçado e começa a revistá-la. Pouco tempo depois, ela começa a desconfiar e pede para ver a “carteira de polícia” do mesmo que não consegue manter a farsa e revela se tratar de uma “pegadinha”.

As imagens que já ultrapassam mais de 1,6 milhão de visualizações dividiram opiniões de internautas na web, com direito a comentários preconceituosos. “Se um traveco desse arranha você vai pegar HIV”, disse um. Enquanto alguns elogiaram a brincadeira, outros criticaram a atitude.


LEIA MAIS:

Lady Gaga pede desculpas após família de Zombie Boy afirmar que modelo não se matou

No Faustão, Nego do Borel comenta sobre polêmica de clipe: “Levantou um debate sobre a causa LGBT”

“As trans e travestis já são discriminadas o tempo todo. Muitas delas não têm oportunidades de trabalho. E tem que submeter a prostituição. Aí vem um idiota desse do caralho fazer gracinha e pegadinha pra ganhar seguidores e curtidas através da imagem de terceiros. Ridículo. Babaca. Escroto”, detonou um internauta.

Ao BuzzFeed, a assessoria de Romão justificou que o vídeo  foi “um desafio proposto por um dos internautas”, com o objetivo de produzir humor e entretenimento, ressaltando ainda que “todos os vídeos só vão ao ar após serem autorizados pelos participantes”.

2 COMENTÁRIOS

  1. Você percebe que o mundo está de cabeça para baixo, quando a polêmica em questão é uma pegadinha com as trans, quando não há nada de ofensivo na pegadinha em si.
    A matéria no entanto nada fala, ou não gea nenhuma polêmica, no caso das trans claramente ameaçarem o outro por estar em local publico, como se fossem donas do local, inclusive um das trans chega a arrastar um pedaço de madeira oferecendo sério perigo a integridade física do outro.
    Sério, a piada em sí é o MENOR dos problemas no vídeo.

DEIXE UMA RESPOSTA