O cantor Troye Sivan
O cantor Troye Sivan (Foto: Reprodução)

Desde que foi anunciada como um dos singles do seu mais novo álbum homônimo, a música Bloom foi representada por muitos fãs de Troye Sivan como a narração de alguém passando pela sensação de ser passivo no sexo pela primeira vez. Logo considerada como uma espécie de hino para os adeptos desta posição sexual, porém, segundo o próprio cantor a história não é bem assim.

Em recente entrevista ao site Them, o artista comentou o assunto e respondeu se a canção representava o público gay. “Isso é completamente redutivo. Sem entrar em qualquer tipo de detalhes, essa foi uma música que escrevi sobre uma experiência em particular. Eu não estou marcando isso como eu para sempre. Definitivamente foi apenas escrevendo uma música”, afirmou.

Em um trecho da música, Troye usa uma metáfora para descrever uma situação que dá a entender que seja uma situação semelhante a um passivo perdendo a virgindade. “Prometa-me que você vai segurar minha mão se eu ficar com medo agora, talvez eu lhe diga para parar um pouco, querido, ir devagar, você deveria saber que eu, você deveria saber que eu, sim, eu floresço, eu floresço só para você”, canta ele.


LEIA MAIS:

Campeã do “BBB 14”, Vanessa Mesquita lembra namoro com Clara na casa: “Foi real”

P!nk pode se apresentar no Rock in Rio 2019, diz site

“Bloom” foi o segundo single do novo disco a ser lançado como forma de divulgação do novo álbum que também já tem as faixas “My My My”, “Dance To This”, parceria com Ariana Grande e “Animal” também lançadas. O álbum chega às plataformas digitais nesta sexta-feira (31).

Assista ao clipe de “Bloom”: