Bandeira trans
Bandeira trans (Foto: Reprodução)

Uma travesti identificada como Paloma foi assassinada a tiros, na noite da segunda-feira (06), em Fortaleza, no Ceará por dois homens que conseguiram fugir, de acordo com informações do portal O Povo Online.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), a vítima se encontrava na rua Princesa Isabel quando foi atingida por disparos de arma de fogo, efetuados por passageiros a bordo de uma moto. Um idoso de 78 anos, que estava próximo ao local da abordagem, também foi atingido pelos tiros e ficou ferido.

LEIA MAIS:


Caitlyn Jenner quer interpretar uma vilã em filme da Marvel

Após ser expulso de casa, jovem gay ganha bolsa integral para cursar universidade

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investiga o crime e realiza diligências nas redondezas do ocorrido para identificação dos suspeitos, além da motivação. 

A morte de Paloma é o sétimo homicídio contra pessoas transgêneros no Ceará apenas em 2018, segundo o levantamento da Rede Trans.