Corpo de travesti foi encontrado dentro de sofá em frente a cemitério e Praia Grande (SP)
Corpo de travesti foi encontrado dentro de sofá em frente a cemitério e Praia Grande (SP) (Foto: Reprodução/G1)

O corpo de uma travesti foi encontrado morto, nesta quinta-feira (30), dentro de um sofá posicionado em  um carrinho de supermercado, em frente ao Cemitério Morada da Grande Planície, no bairro Antártica, em Praia Grande, no litoral paulista.

De acordo com a Polícia Civil, o fato aconteceu próximo as caçambas de lixo do lado de fora do cemitério. Um coletor de materiais recicláveis foi quem achou o corpo, acionando as equipes da Polícia Militar.

O delegado titular de Praia Grande, Sergio Lemos Nassur, informou ao G1, que a travesti encontrada teria sido identificada como Raika. “O corpo estava coberto por panos e de bruços. Inicialmente, não há indícios de violência no corpo”, explicou.


O Boletim de Ocorrência (B.O.) foi registrado como morte suspeita na Delegacia Sede da cidade. Os peritos encontraram uma mancha avermelhada na parte frontal do pescoço da vítima.

LEIA MAIS:

Rio de Janeiro ganha Delegacia para tratar de crimes de intolerância

Com Valesca Popozuda, Parada LGBT+ de João Pessoa acontece neste domingo (02)

“Não há como prever que isso tenha a ver com a morte. Pessoas também relataram que esse travesti (sic) frequentava uma região conhecida como Calipau, na entrada da Vila Sônia”, disse.

O corpo de Raika foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) da cidade, para que seja definida a causa da morte. “Vamos levantar imagens de câmeras de monitoramento para saber como aquele carrinho foi parar ali. Isso ajudará nas investigações”, conclui Nassur.

DEIXE UMA RESPOSTA