bandeira lgbt
Bandeira LGBT (FOTO: Reprodução/Internet)

O estado da Califórnia, nos EUA, está prestes a revogar o direito de psicólogos a submeterem seus pacientes as terapias de reversão sexual, chamadas popularmente de “cura gay”, a partir da sanção de uma lei, já aprovada pelo parlamento em abril pela Assembléia local e agora está a um passo de ser determinada de maneira definitiva. As informações são do site Pink News.

Caso aprovada, a legislação aponta que o procedimento seria uma prática comercial fraudulenta, e aqueles que a oferecem seriam abertos a ações judiciais de pacientes. A Califórnia atualmente já considera a conversão para menores de idade, no entanto, agora a proibição seria extendida para qualquer pessoa.

LEIA MAIS:


Linn da Quebrada denuncia episódio transfóbico contra motorista de Uber

Organização divulga data da Parada do Orgulho LGBTI do Rio em 2018

O deputado abertamente gay Evan Low é o autor do Projeto de Lei, que teve a sua votação frustrada por grupos religiosos de direita, com o CEO do Conselho da Família da Califórnia sob o argumenta que “toda pessoa que experimenta atração indesejada pelo mesmo sexo ou disforia de gênero deve ter permissão para buscar ajuda para alcançar seus objetivos. metas e resultados desejados.”

A Califórnia foi o primeiro estado dos EUA a proibir a terapia de conversão em 2012. Vários estados já fizeram o mesmo.

DEIXE UMA RESPOSTA