O produtor de cinema Craig Zadden
O produtor de cinema Craig Zadden (Foto: Divulgação/NBC)

Morreu na segunda-feira (20), aos 69 anos, o produtor de cinema Craig Zadan, famoso por filmes de sucesso, como “Hairspray”, “Footloose” e “Chicago”, além de produções para a TV. Abertamente gay, ele foi vítima de complicações com uma recente cirurgia de substituição do ombro.

O anúncio da morte de Zadan foi feito, nesta terça-feira (21), pelo presidente da NBC Entertainment, Bob Greenblatt, que contou que o produtor estava em sua casa em Hollywood Hills no momento de sua morte.

“Em nome de seu parceiro de vida, Elwood Hopkins, e seu parceiro de produção, Neil Meron, ficamos surpresos que o homem por trás de tantas produções incríveis de cinema, teatro e televisão – muitas delas musicais alegres – tenha  sido levado tão de repente”, disse em comunicado.


LEIA MAIS:

Fox anuncia estreia da série com temática LGBT Pose no Brasil

70% das pessoas não veem problemas se atores héteros interpretarem gays, revela pesquisa

Greenblatt continuou lamentando a perda do profissional. “A distinta carreira de Craig como produtor apaixonado e consumado é eclipsada apenas por seu amor genuíno pelos milhares de atores, diretores, escritores, músicos, designers e técnicos com os quais trabalhou ao longo dos anos. Sua ausência será sentida em nossos corações e em todo o nosso negócio.”
Em sua extensa carreira cinematográfica, Zadan trabalhou em musicais como o clássico “Footloose: Ritmo Louco (1984)”, estrelado por Kevin Bacon, “A um Passo da Fama (1989)”, e produções de temática LGBTQI, como “Gypsy (1993)”, “Servindo em Silêncio (1995)”. Ele também esteve por trás de Hairspray: Em Busca da Fama, e do remake de Footloose (2013). O seu maior sucesso, no entanto, seria o longa “Chicago”, de , que lhe rendeu seis Oscars, incluindo o de Melhor Filme. O seu último trabalho foi “Jesus Cristo Superstar ao Vivo, que disputa 13 prêmios no Emmy 2018, em cerimônia que acontece no dia 17 de setembro.