O cantor Nego do Borel beija modelo em seu novo clipe
O cantor Nego do Borel beija modelo em seu novo clipe (Divulgação)

O cantor Nego do Borel comentou sobre a polêmica em volta do clipe de Me Solta, lançado há algumas semanas e alvo de inúmeras críticas nas redes sociais por ativistas da comunidade LGBT, que o acusaram de se aproveitar do “pink money”, que é o uso de elementos comuns a diversidade visando o lucro, e no qual se traveste de mulher e beija outro homem, o modelo Jonnathan Dobal.

“A gente tem que ser o que quisermos. Eu sou o que eu sou. Eu recebi muitas críticas pelo clipe, mas acho elas foram importantes por levantar um debate que fez o Brasil aprender mais sobre a causa LGBT. Eu aprendi bastante e estou aprendendo”, declarou afirmando ainda que o vídeo já atingiu mais de 60 milhões de visualizações.

LEIA MAIS:


Viúva de Marielle Franco pede proteção a Comissão Interamericana de Direitos Humanos após sofrer ameaças

Lady Gaga pede desculpas após família de Zombie Boy afirmar que modelo não se matou

Nego ainda explicou o que quis dizer com a letra da música, que seria uma crítica aos homens que ficam em cima das mulheres na balada, e pediu desculpas se acabou ofendendo com o vídeo. “Jamais quis atingir ou machucar alguém, porque eu sou um cara que vivo um preconceito diário. Vim da favela, da comunidade, e a gente tá aprendendo. O Brasil tá em um momento de mudanças e aprendizado”, afirmou sendo ovacionado pela plateia.