bandeira lgbt
Bandeira LGBT (FOTO: Reprodução/Internet)

Um estudo elaborado pela consultoria em segurança Drum Cussac, tendo como foco as viagens a negócios, concluiu que mulheres e pessoas LGBTQ são os mais vulneráveis a sofrer discriminação e assédio.

O relatório aponta que 70% dos compradores acreditam que mulheres correm mais riscos que os homens em viagens corporativas, indicando que 67% das pessoas do sexo feminino se disseram inseguras durante às viagens.

LEIA MAIS:


Shopping da Bahia promove semana LGBT

Time de futebol alemão, Wolfsburg, lança campanha de combate a homofobia

A situação de segurança se torna ainda mais grave quando há o caso de abusos reais. Em 33% das entrevistadas afirmaram já ter sofrido algum caso, fazendo com que uma em cada quatro delas optarem por não viajar sozinhas.

A pesquisa ainda constatou que um em cada três viajantes LGBT já sofreu algum tipo de discriminação. 26% dos membros da comunidade alegaram não se sentir à vontade para revelarem suas orientações sexuais. Considerando os viajantes de uma maneira geral metade afirmou não receber orientações vindas da empresa sobre o seu destino antes do embarque.

1 COMENTÁRIO

  1. A mudança está no número de pessoas que afirmam ter algum grau de bissexualidade, assim sexo genital é comum em toda a história do ser humano, existe um grande número de indivíduos que prefere não revelar sua orientação em pesquisas, por exemplo, por medo de ser descoberto no trabalho, medo de sofrer violência, por pressão social ou familiar ou por influência religiosa, o grau de bissexualidade entre as gerações se fazem não necessariamente representa um crescimento das pessoas que são, efetivamente, bissexuais. O futuro é que os rótulos da sexualidade deixarão de ser necessária, a liberdade é a sexualidade do futuro poderão trazer mudanças, a súbita febre de liberdade fez com que aqueles que se sentiam envergonhados passassem a assumir sua verdadeira opção sexual, onde todos serão como querem, ai os que esperam, uma sociedade sadia, terá uma grande decepção, pôs outro lado do comportamento humano, será ainda, mas radical, com inversão de valores sem precedentes. Assim o comportamento humano tem definição de gay e bissexual não é um consenso, alguns estudos consideram que o que define ordem orgânica em que o estado deliberadamente faz, e isso tem como medida incorporação social sem precedentes. O engraçado e que aqui nesta comunidade eles atacam os comunistas de estarem por trás disso, mas como as provas são indiscutíveis eles preferem dizer que gay já existe dês do começo da humanidade, e isso não nenhuma novidade, mas o texto relata que o aumento da comunidade gay, tem relação direta com o tempo que vivemos rumores de guerras, tragédias, terremotos, vulcões, doenças etc. Em fim logica da dinâmica da sociedade e que essa liberdade não provem de um comunismo, e sim das lideranças aliados 3.1 Brasil (4.2Estados Unidos) (3.6França) (4.4 Holanda) (4.5 Inglaterra) (3.8 Itália) (3.9 Portugal) (4.6 Suécia) isso diante de uma sociedade secreta como iluminantes, neste texto se referem ao tempo que vivemos e como foi no tempo de Sodoma e Gomorra, quan­do nos referí­amos às bíblicas Sodoma e Gomorra, próximas ao Mar Morto, que foram destruídas por uma chuva de enxofre devido às licenciosidades sexuais que envolviam o homossexualismo. Verdadeira intolerância tem todo sentido não dar, mas ouvido a palavra de Deus, para que surja uma revolta ate uma intervenção proibição da liberdade vem primeiro libertinagem para efeito domino de mudanças politicas para o surgimento do governo mundial tudo numa boa…

DEIXE UMA RESPOSTA