O cantor George Michael e o namorado Fadi Awaz
O cantor George Michael e o namorado Fadi Awaz (Foto: Reprodução/Twitter)

Após afirmar que o namorado, o cantor George Michael, não morreu por causas naturais como se acredita, e sim por suicídio, Fadi Fawaz, que esteve com o músico até a sua morte, usou supostamente as suas redes sociais para criticar o ex-companheiro neste sábado (04).

“George, eu odeio você”, escreveu Fawaz em um tweet, além de insistir na teoria que o famoso teria na verdade tirado a própria vida. “Como eu posso ficar desapontado com alguém que colocou um fim à própria vida? Se alguém é capaz de fazer isso consigo mesmo, pode fazer coisas piores a outras pessoas”, escreveu.

Quatro dias antes, porém, sua conta no Twitter informou aos internautas que o email de Fawaz havia sido hackeado, embora ele não tenha desmentido os comentários sobre Michael.


No fim do mês de julho, um primo de Michael infirmou ao tabloide britânico The Sun, que o artista não havia deixado nenhum dos seus bens como herança para o namorado, nem mesmo a propriedade na qual viviam juntos.

LEIA MAIS:

No Faustão, Nego do Borel comenta sobre polêmica de clipe: “Levantou um debate sobre a causa LGBT”

Em carta aberta, Demi Lovato se pronuncia pela 1ª vez após ser internada: “Continuarei lutando”

O testamento teria contemplado apenas as duas irmãs do artista, funcionários e doações. Rumores dão conta que a relação entre George e Fadi não estava das melhores. O namorado teria sido proibido de ir até mesmo ao funeral do cantor. No dia da celebração, porém, ele esteve presente.

Na época da morte de George Michael, Fadi havia contado à polícia que encontrou o corpo do namorado na hora do almoço do dia 25 de dezembro, em Oxon, na Inglaterra. O laudo médico constatou causas naturais para a morte do astro, como cardiomiopatia dilatada com miocardite e fígado gorduroso.  

DEIXE UMA RESPOSTA