Copa Internacional Gramado de Futsal LGBT
Copa Internacional Gramado de Futsal LGBT (Foto: Divulgação)

Mais de 10 horas de competição e atrações artísticas, marcaram a 1ª edição da Copa Gramado de Futsal LGBT que ocorreu no último sábado (25), no ginásio Perinão em Gramado. Com mais de 80 atletas amadores, divididos em oito equipes representando Gramado, Porto Alegre, Curitiba, Florianópolis, São Paulo e Uruguai, participaram de uma intensa disputa pela taça de campeão.

Cerca de 500 pessoas estiveram presentes para assistir os jogos que tiveram início por volta das 9h com a partida entre o time anfitrião, Quero Quero, que representou Gramado e a Região das Hortênsias e foi derrotado pelo Taboa de Curitiba por 4 x 1. A vitória levou a equipe para a grande final com o Magia, garantindo êxito também com a conquista do primeiro lugar.

LEIA MAIS:


Superliga feminina de vôlei da Espanha anuncia 1ª jogadora transexual

Dinamarca permite que gays possam doar sangue a partir de 2019

Além das taças e medalhas oferecidas pela Secretaria de Esportes da Prefeitura de Gramado para os campeões, vices e terceiros colocados, receberam troféus o time do Quero Quero na categoria Disciplina, o goleiro Felice do Taboa que foi o menos vazado, o artilheiro Bernardo, do Magia, que encerrou a competição com 5 gols marcados, além de Geovane do Taboa como melhor jogador da decisão.

Com saldo positivo, a organização do evento já projeta a segunda edição para 2019, com a ideia de reunir mais de 15 equipes do Brasil e do exterior. O evento contou com uma palestra de abertura no Hotel Laghetto Stilo borges, que reuniu mais de 100 pessoas na noite de sexta-feira, dia 24 de agosto, para a palestra com a Dra Maria Berenice Dias e participação especial de Gloria Crystal. No dia dos jogos, apresentaram-se no ginásio Gloria Crystal, Valeria Huston, DJ Muka e Dj Cagê Lisboa.

DEIXE UMA RESPOSTA