Candidato à presidência Henrique Meirelles sobre casamento homoafetivo: “Não pode ser nem propagado, nem proibido”

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O ex-ministro da Fazenda e o candidato à presidência pelo MDB da República, Henrique Meirelles comentou sobre a sua posição a respeito do casamento homoafetivo em entrevista ao jornal O Globo.

“As pessoas têm direito de exercer a sua preferência. Acho que não pode ser nem propagado, nem proibido”, afirmou o  político que em outras ocasiões chegou a afirmar estar mais próximo de igrejas como a Assembleia de Deus.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

LEIA MAIS:

Shoppings de São Paulo passam a ter fraldários nos banheiros masculinos

Jojo Todynho pede desculpas por utilizar xingamento homofóbico para se referir a hater: “Todo mundo tem o direito de errar”

Candidato ao Palácio do Planalto pelo MDB, Meirelles irá concorrer ao cargo junto a Germano Rigotto, escolhido para ser o seu vice-presidente, após a desistência de Marta Suplicy que anunciou a aposentadoria da carreira política, na sexta-feira (03).

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio