Que as Forças Armadas são um dos ambientes mais repressivos do mundo para a comunidade LGBT, não é novidade para ninguém. Mas agora, em uma ação inédita, a Califórnia, nos Estados Unidos, aprovou uma lei que criará o primeiro Memorial de Veteranos LGBTs no Desert Memorial Park em Cathedral City.

A proposta foi sancionada pelo governador do estado norte-americano, Jerry Brown.

De acordo com explicações passadas à imprensa, o memorial consiste em um monumento em formato de obelisco de granito de mogno de Dakota do Sul com o logo dps Veteranos Gays, Lésbicas e Bissexuais da América.


Leia mais:

Jogador da Geórgia se posiciona contra homofobia e receberá importante honraria da UEFA

Colton Haynes revela última carta que recebeu da mãe antes dela falecer

“Nosso memorial se tornou um local sagrada para estes militares que muitas vezes foram excluídos dos funerais militares de seus entes queridos, excluídos de se despedir e ter uma oportunidade de se aproximar”, afirmou Tom Swann Hernandez, veterano do corpo de Fuzileiros Navais e da Reserva da Marinha, ao ressaltar a importância e simbolismo que o memorial, previsto para inaugurar em novembro, representará para a instituição.

É oportuno lembrar que o projeto já havia sido suscitado no passado, mas foi negado pelos governos anteriores, inclusive o de Arnold Schwarzeneger.

Com informações do site Põe na Roda