Urna Eletrônica
Urna Eletrônica (Foto: Reprodução/Internet)

As eleições deste ano, marcadas para outubro será a maior a conter candidatos LGBT. É o que levanta Paulo Mariante, da Associação Brasileira LGBT (ABLGBT), que contabilizou 180 candidaturas do tipo no Brasil para a votação. As informações são do Diário do Nordeste.

Os dados apontam um crescimento de 386,4% em comparação ao registrado em 2014, quando haviam apenas 37 candidatos que se declaravam abertamente como membros da diversidade. Os números foram apresentados durante o workshop “LGBT e Democracia: quais são os principais desafios dessa população nas eleições de 2018”, realizado em São Paulo pela ANDI – Comunicação e Direitos, juntamente com a Ben & Jerry’s, marca de sorvete do grupo Unilever.

LEIA MAIS:


Organizações promovem pesquisa para traçar perfil da população LGBT

Luan Santana posta foto “de conchinha” com Whindersson Nunes e diverte seguidores

25% deste universo apresentado se refere a pessoas transgêneros. Mariante lembra ainda que existe uma urgência de se implementarem políticas públicas para essa população, já que o Brasil ocupa o primeiro lugar no ranking de assassinato de travestis e transexuais, segundo a ONG internacional Transgender Europe.

Em uma pesquisa feita com mais de 6 mil pessoas pelo Coletivo LGBT, durante a última Marcha das Mulheres Lésbicas e Bissexuais e na Parada do Orgulho LGBT de São Paulo em junho, a criminalização da LGBTfobia e educação para a diversidade apareceram entre os temas mais reivindicados entre os manifestantes.